Após o recebimento nos tanques, os efluentes passam pelo gradeamento e posteriormente para os tanques de areação com injeção de produtos químicos, onde sua função é flocular a matéria orgânica retirada por uma peneira rotativa. O resíduo industrial quando contém óleos e graxas é encaminhado para caixa separadora de óleo e posteriormente distribuído (óleo) através de tubos de pvc para o tanque de armazenamento de óleo.

⁃ Gradeamento
Estima-se que a composição do material retido na grade seja de 5% de materiais diversos. Estes materiais são retirados a cada carga recebida e recolhidos em carrinhos que por sua vez são depositados na caixa coletora com destino ao aterro industrial.

⁃ Caixa de areia
A areia contida nos esgotos é, em sua maioria, constituída de material mineral, mas também contém reduzida quantidade de matéria orgânica putrescível, como: vegetais, gordura, pêlos, cabelos, etc. A remoção de areia (ou desarenação) tem por finalidade eliminar ou abrandar os efeitos adversos ao funcionamento das partes componentes das instalações a jusante.

⁃ Processo físico e químico
Após o recebimento os efluentes tem por sua vez a passagem para o tanque de injeção de produtos químicos e posteriormente a floculação. A injeção de produtos químico é feita com CAL hidratada, sulfato de alumínio e polímero, resultando em um lodo de fácil decantação.

⁃ Tanque anaeróbio
O tanque anaeróbio é fabricado em concreto armado impermeabilizado e coberto, cuja capacidade é de 140 m3 e sua função é absorver a matéria orgânica através do processo anaeróbico.

⁃ Tanque aeróbio
O tanque aeróbio também é construído em concreto, impermeabilizado e coberto, possui um capacidade de 135 m3, cuja função é absorver a matéria orgânica através do processo aeróbio com difusor de ar.

⁃ Barreira
Área destinada a barreira de escuma e/ou gordura.


⁃ Decantador (1)
O decantador secundário permite o funcionamento do processo biológico aeróbico através da retenção da biomassa. Proveniente do reator, a corrente de alimentação do decantador é submetida à separação de fases (decantação) com o retorno da maior parcela das bactérias. O excesso de produção de bactérias deve ser descartado. O decantador secundário possui forma circular, de escoamento radial a partir de alimentação no pilar central e vertedor periférico. Na borda do vertedor, um defletor inclinado em 5o é destinado à prevenção do arraste de sólidos pelo escoamento ascendente. A ponte raspadora é equipada com braço único, com estrutura em contato
com o líquido em aço inoxidável 304 e polipropileno, com capacidade para concentração de sólidos de fundo e superfície. Da superfície, os sólidos devem ser direcionados para coletor de escuma.

⁃ Clorador
Essa etapa tem por função a desinfecção do efluente com a adição do cloro a 10 a 12%.

ORÇAMENTO PELO
WHATSAPP
— OU PREENCHA O FORMULÁRIO —